">Psicologia - MESTRADO - IBIRAPUERA

Para quem é esse mestrado?

O Programa de Mestrado em Psicologia – Psicossomática é voltado para a formação de pesquisadores da área, de forma a construir discentes com competência para atender à demanda do ensino superior e desenvolver a pesquisa científica no campo da psicossomática.

Por meio de pesquisas, o pesquisador da psicologia busca de conhecimentos que podem levar à reflexão e ampliação para a construção do conhecimento acerca dos vários determinantes biopsicossociais na área da psicologia – psicossomática. Para alcançar esses objetivos, o corpo docente oferece uma série de disciplinas obrigatórias e optativas, associadas às linhas e aos projetos de pesquisa, que contribuem para o embasamento teórico em Psicossomática, com enfoque primordialmente interdisciplinar.

Para fomentar o estímulo do desenvolvimento de habilidades científicas, às atividades acadêmicas estão centradas no treino e capacitação do aluno para realizar revisões bibliográficas, apresentar trabalhos, estabelecer relações complexas entre os fenômenos por meio da leitura crítica; apresentação de artigos relacionados a seu tema de pesquisa e demais atividades acadêmico-científicas.

No curso pretende-se ainda que o pesquisador que ingressa no mestrado possa:

  • Compreender os desenvolvimentos psicossociais e históricos, e respectivas implicações para as teorias e conceitos e como atualmente se configuram;
  • Conhecer os fundamentos teóricos que dão sustentação ao estudo sobre o surgimento do corpo erógeno, dos sintomas, das doenças e das manifestações psicossomáticas;
  • Compreender as relações entre a saúde e o adoecimento no âmbito profissional e as possibilidades de atuação preventiva;
  • Contextualizar as características da atenção básica em saúde que abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, a redução de danos e a manutenção da saúde, a fim de instrumentalizar-se para a produção científica;
  • Reconhecer e avaliar criticamente as principais abordagens e discutir as questões sobre os fenômenos psicossomáticos, visando ampliar seu repertório conceitual e compreender diferenças entre as teorias;
  • Entender as bases neurais do comportamento em suas dimensões biológicas, evolutivas, cognitivas e sociais; os aspectos neurobiológicos do desenvolvimento em suas diferentes fases;
  • Identificar bases neurobiológicas das respostas ao estresse e sua relação com os transtornos mentais relacionados ao estresse os mecanismos que o organismo utiliza para lidar com estresse e intervenções passíveis de serem utilizadas beneficamente nesse processo;
  • Fornecer noções de psicopatologia e da classificação dos principais transtornos mentais, as classes de drogas utilizadas na terapia clínica dos transtornos mentais bem como seu modo de ação, as indicações terapêuticas e terapias alternativas;
  • Ampliar o entendimento sobre processos biológicos e patológicos do envelhecimento; estudar as alterações relacionadas à senescência nos diversos sistemas do organismo, incluindo patologias mais frequentes e fatores de predisposição;
  • Utilizar adequadamente ferramentas de manipulação e análise de dados para correta exposição e interpretação de resultados obtidos;
  • Caracterizar as diferenças entre a Ética, a Moral e o Direito; os diferentes modelos explicativos utilizados na Ética em Pesquisa; os conflitos e dilemas morais envolvidos na área da saúde, conhecer legislações nacionais e internacionais de regulação em pesquisa.
  • Desenvolver o domínio e aprofundamento de um tema; estabelecer conexões conceituais entre teoria e prática; organizar e expor as ideias com rigor, objetividade e espírito crítico; a habilidade para mediar debates e discussões;
  • Planejar e propor uma disciplina no magistério superior; desenvolver conteúdo, plano de aula, método de ensino, formas de avaliação e bibliografia. Neste campo específico o programa oferece uma disciplina obrigatória: Metodologia no ensino superior e há grande incentivo para o aluno realizar o estágio docente.

A diversidade na formação prévia dos alunos contribui para objetivos tão amplos, pois as atividades práticas em sala de aula os colocam em contato com conteúdo e temas diferentes, cuja reunião são os princípios teóricos, metodológicos e éticos que regem o conhecimento e a pesquisa científica. Por este motivo, a diversidade de temas, conteúdos e abordagens das disciplinas oferecidas e das pesquisas desenvolvidas se torna um fator facilitador no manejo dos conteúdos, conceitos e práticas da pesquisa científica.

A diversidade de disciplinas, por sua vez, propicia ao discentes o conhecimento necessário para elaborar o raciocínio científico em suas diferentes dimensões: clínico, psicológico, social, experimental, metodológico, bioquímico, patológico, psicofarmacológico, saúde pública e coletiva. A diversidade de disciplinas, por sua vez, propicia ao discentes o conhecimento necessário para elaborar o raciocínio científico em suas diferentes dimensões: clínico, psicológico, social, experimental, metodológico, bioquímico, patológico, psicofarmacológico, saúde pública e coletiva.

Linhas de Pesquisa

O Mestrado em Psicologia da Universidade Ibirapuera trabalha com duas linhas de pesquisa.

A Psicossomática e Desenvolvimento é o estudo do ciclo da vida e do indivíduo como um todo. Desde a gestação, passando pela infância, adolescência, a fase adulta e a velhice, não existe apenas a mente e o corpo, mas também questões espirituais, culturais e sociais.

Por exemplo, a dor que você sente na coluna pode estar diretamente ligada a uma insegurança com relação ao seu modo de ser. O aluno tem a chance de estudar de forma abrangente todos esses pontos.

O Estresse Ocupacional é a segunda linha de pesquisa. E dedica-se ao estudo desse estado que afeta a saúde física e mental de diversas pessoas, independentemente de classe social, da escolaridade ou da profissão.

Assim, visando populações diferentes, os alunos podem ser das áreas de Jornalismo, Pedagogia e até mesmo de Ciência da Computação. Por exemplo, um médico quer estudar o estresse em policiais. A linha de pesquisa permite que exista essa variedade.

Por que fazer um Mestrado?

Ser Mestre pode gerar impactos diretos e positivos em sua vida pessoal, acadêmica e profissional.

Além de aprofundar verticalmente seu conhecimento por meio da pesquisa em um tema de seu interesse, pode garantir o ingresso para professores em Instituições de Ensino Superior, pois a maioria das faculdades e universidades exigem o título para a contratação de docentes.

Potencialize seu sucesso, aperfeiçoe seus conhecimentos e contribua com sua área de pesquisa.

DIFERENCIAIS

Recomendado pela CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, o Programa de Mestrado em Psicologia é uma ótima opção para o profissional expandir os próprios conhecimentos, abrindo portas para um universo de novidades e informações com respaldo científico.

O mestrado estuda de forma interdisciplinar o ser humano como um todo em suas perspectivas orgânicas, motivacionais, emocionais, biopsicossociais e espirituais.

A Universidade Ibirapuera é uma instituição de ensino de São Paulo (SP) com 50 anos de história. Oferecemos aos nossos alunos uma infraestrutura laboratorial moderna e completa para a formação teórica e prática, Clínicas-Escolas com atendimento gratuito à comunidade e 80% do corpo docente composto por mestres e doutores. A qualidade de ensino é comprovada pela avaliação 4 (de 5) no MEC.

 

O corpo docente se integra no desenvolvimento de pesquisa técnica e acadêmica interdisciplinar na área de Psicologia, promovendo disciplinas que se alinham ao escopo previsto para o curso. A formação multidisciplinar dos professores é observada na área de concentração que se reflete nas linhas de pesquisa do Programa e na definição dos projetos-eixos de pesquisa.

PROCESSO
DE SELEÇÃO

 

Documentos para seleção

Além do recibo de pagamento da taxa de inscrição, os candidatos precisam entregar uma carta de intenção, a ficha de inscrição preenchida e o link do Currículo Lattes para o e-mail inscricao.strictosensu@ibirapuera.edu.br. 

ATENÇÃO!

Todos os alunos do sistema de Pós-Graduação do País devem possuir o Currículo Lattes. Para preenchê-lo, o candidato deve acessar a página do CNPq (www.cnpq.br) e seguir as orientações encontradas na Plataforma Lattes. Não serão aceitos outros modelos de currículo.

A seleção de candidatos para ingresso no Programa de Mestrado em Psicologia é realizada mediante entrevista agendada no período de 03 a 05 de agosto de 2020, consistindo na análise da Carta de Intenção e do Currículo Lattes.  

  • A entrevista agendada poderá ser realizada por videoconferência ou presencialmente, conforme combinado por e-mail com o candidato.  

 

ATENÇÃO!

Na análise do Currículo Lattes será considerada a formação acadêmica, a experiência profissional e as publicações do candidato, reservando-se a comissão de Processo Seletivo – CPS o direito de exigir as devidas comprovações.

  • As matrículas dos candidatos aprovados serão realizadas entre os dias 07 a 12 de agosto de 2020, pela internet através do Portal Universitário, onde também os documentos devem ser indexados. 

 

Documentos para a matrícula 

  • Requerimento de matrícula preenchido; 
  • Fotocópia da Certidão de Nascimento ou Casamento; 
  • Fotocópia da prova de quitação do serviço militar (quando for o caso); 
  • Fotocópia do Título do Eleitor atualizado e comprovante da última votação;
  • Fotocópia do CPF e Identidade (mesma face); 
  • Comprovante de Residência;
  • Fotocópia autenticada de Declaração ou Certificado de Conclusão de Curso; 
  • Fotocópia simples do histórico escolar

Faça sua Inscrição

WhatsApp chat