Para quem é esse mestrado?

O programa de  Mestrado em Educação da Universidade Ibirapuera é voltado para pesquisadores que refletem acerca de temas envolvendo Educação.

Se você é graduado em Pedagogia ou áreas afins, poderá aprofundar seus conhecimentos investigando questões sobre a constituição subjetiva e a subjetividade, e desenvolver questões que abarcam temáticas como: a formação de professores; a inclusão e a exclusão escolar; a diferença e heterogeneidade; democratização da educação e do ensino; a produção do fracasso escolar; a transmissão e o ensino; os discursos político-pedagógicos; as relações entre cuidar, educar e tratar; a infância e a adolescência; a medicalização no cotidiano escolar; as políticas públicas de educação para a diferença; a educação inclusiva, entre outros, tendo como base a reflexão crítica acerca das condições de possibilidade da educação escolar na contemporaneidade.

A proposta do Programa de Mestrado em Educação surgiu em 2015, com a posterior criação de um Grupo de Pesquisa em Educação e Psicanálise (Diretório de Grupos CNPq), na Universidade Ibirapuera, proposto por pesquisadores e docentes que desenvolvem suas pesquisas no campo das Ciências da Educação, tendo como eixo de suas reflexões a dimensão do sujeito e da subjetividade em relação à práxis educacional e também os processos de formação docente a partir de fundamentos históricos, sociológicos, filosóficos e políticos, consubstanciadas fundamentalmente pelo pensamento instaurado pelas contribuições da Psicanálise à Educação.

As pesquisas podem ser desenvolvidas nas seguintes linhas de pesquisas:

Essa linha se agrupa estudos de educadores e pesquisadores que têm investigado as condições de possibilidade da educação e gestão democrática na escola moderna e contemporânea, a partir do aporte teórico da Psicanálise e de fundamentos filosóficos e históricos da educação e da pedagogia.

Nos estudos, recorremos ao conceito de relação subjetiva com o saber por parte de professores e de alunos e ao de transmissão de conhecimentos públicos. Interpela os discursos político-pedagógicos na cultura contemporânea e sua instrumentalização dessubjetivante.

Tal escopo de pesquisa tem sido investigado por educadores, psicanalistas e intelectuais no Brasil, na Argentina e na França, nas últimas décadas. Desse modo, propõe-se contribuir com a produção de conhecimento em rede, tendo em comum a reflexão em torno dos processos de constituição subjetiva na contemporaneidade, buscando compreender a dimensão do educar e da educação a partir da modernidade bem como refletir sobre estratégias e intervenções possíveis na escola pública brasileira.

Nesta Linha de Pesquisa, o foco é investigar o campo da formação de professores e as práticas docentes buscando uma interpelação crítica dos modelos vigentes que excluem o papel da subjetividade nos processos de ensino e aprendizagem.

Além disso, o objetivo é levar em consideração a heterogeneidade e diversidade dos alunos, em uma perspectiva de escola inclusiva, que impõe novos desafios aos professores e, portanto, o processo formativo deverá ser estudado para além do domínio teórico-conceitual. 

Os temas principais que compõem a linha de pesquisa são: formação inicial e continuada de professores, educação inclusiva, escolarização de crianças com TEA (Transtornos do Espectro Autista), relação com o saber, problematização do fracasso escolar, dificuldades de aprendizagem, preconceito e racismo, psicopatologização e medicalização no cotidiano.

Por que fazer um Mestrado?

Ser Mestre pode gerar impactos diretos e positivos em sua vida pessoal, acadêmica e profissional.

Além de aprofundar verticalmente seu conhecimento por meio da pesquisa em um tema de seu interesse, pode garantir o ingresso para professores em Instituições de Ensino Superior, pois a maioria das faculdades e universidades exigem o título para a contratação de docentes.

Potencialize seu sucesso, aperfeiçoe seus conhecimentos e contribua com sua área de pesquisa.

DIFERENCIAIS

Recomendado pela CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, o Programa de Mestrado em Educação da Universidade Ibirapuera é stricto sensu, uma opção que se encaixa no perfil do aluno que quer seguir carreira acadêmica e utilizar o título para lecionar. 


O Grupo de Pesquisa em Educação, Subjetividade e Psicanálise tem como objetivo principal a formação científica de alto nível de docentes, pesquisadores e profissionais no campo educacional especialistas na constituição subjetiva de crianças e adolescentes, a escolarização e a formação de profissionais da educação, a partir do eixo Psicanálise e Educação.

A Universidade Ibirapuera é uma instituição de ensino de São Paulo (SP) com 50 anos de história. Oferecemos aos nossos alunos uma infraestrutura laboratorial moderna e completa para a formação teórica e prática, Clínicas-Escolas com atendimento gratuito à comunidade e 80% do corpo docente composto por mestres e doutores. A qualidade de ensino é comprovada pela avaliação 4 (de 5) no MEC


Atualmente, pode-se destacar a articulação e colaboração dos docentes do Programa de Mestrado em Educação em iniciativas conjuntas de ensino, pesquisa e extensão, com diversos Laboratórios e Grupos de Pesquisa de referência nacional, tais como o Laboratório de Estudos e Pesquisas Psicanalíticas e Educacionais sobre a Infância (LEPSI – FEUSP/IPUSP), o Laboratório Interinstitucional de Estudos e Pesquisas em Psicologia Escolar (LIEPPE- IPUSP), o Núcleo de Estudos de Políticas Públicas (NEPP – UNICAMP) e o Núcleo de Estudos e Prevenção da AIDS (NEPAIDS), do Instituto de Psicologia da USP.

PROCESSO
DE SELEÇÃO

Documentos para seleção

Além do recibo de pagamento da taxa de inscrição, os candidatos precisam entregar uma carta de intenção, a ficha de inscrição preenchida e o link do Currículo Lattes para o e-mail inscricao.strictosensu@ibirapuera.edu.br. 

ATENÇÃO!

Todos os alunos do sistema de Pós-Graduação do País devem possuir o Currículo Lattes. Para preenchê-lo, o candidato deve acessar a página do CNPq (www.cnpq.br) e seguir as orientações encontradas na Plataforma Lattes. Não serão aceitos outros modelos de currículo.

A seleção de candidatos para ingresso no Programa de Mestrado em Educação é realizada mediante entrevista agendada via Google Meet, nos dias 08 e 09 de dezembro de 2020, consistindo na análise da Carta de Intenção e do Currículo Lattes.  

ATENÇÃO!

Na análise do Currículo Lattes será considerada a formação acadêmica, a experiência profissional e as publicações do candidato, reservando-se a comissão de Processo Seletivo – CPS o direito de exigir as devidas comprovações.

  • Serão aprovados os 20 (vinte) primeiros candidatos com média final igual ou superior a 7,0 (sete) pontos, conforme a lista de classificação em ordem decrescente, cuja divulgação será feita até o dia 11 de dezembro de 2020, no site https://mestrado-edoutorado.ibirapuera.br/processo-seletivo-educacao/ e por e-mail enviado ao candidato.
  • As matrículas dos candidatos aprovados serão realizadas entre os dias 11 e 16 de dezembro de 2020, das 8h às 18h, pela internet através do Portal Universitário, onde também os documentos devem ser indexados. 

Documentos para a matrícula 

  • Requerimento de matrícula preenchido; 
  • Fotocópia da Certidão de Nascimento ou Casamento; 
  • Fotocópia da prova de quitação do serviço militar (quando for o caso); 
  • Fotocópia do Título do Eleitor atualizado e comprovante da última votação;
  • Fotocópia do CPF e Identidade (mesma face); 
  • Comprovante de Residência;
  • Fotocópia autenticada de Declaração ou Certificado de Conclusão de Curso; 
  • Fotocópia simples do histórico escolar 

Faça sua Inscrição

WhatsApp chat